fbpx

Profissionais com maior número de vagas da área técnica offshore

413

A área offshore é um campo de trabalho em crescimento no país e no mundo, sendo assim, as vagas de trabalho aumentam na mesma proporção. As vagas de trabalho são variadas no ambiente offshore, mas o setor que mais absorve e tem carência cada vez maior de bons profissionais é a área técnica, abrangendo uma gama imensa de profissionais com qualificação e normalmente essa qualificação traz maiores benefícios e remunerações. Vamos citar as profissões da área técnica com o maior número de vagas no ambiente offshore.

1 Técnico de operação

Técnico de operação

Por se tratar de uma função que trabalha diretamente com o processo de extração e armazenamento de petróleo e afins, exige uma quantidade maior de pessoas para o serviço. O contingente desses profissionais é o maior dentro das unidades, levando em consideração que o processo é continuo e ininterrupto, sendo necessário o revezamento de turnos.  As empresas offshore estão requisitando que esses profissionais possuam uma formação técnica em qualquer área.

2 Técnico de perfuração

Técnico de perfuração

Diferente dos técnicos de operação, os técnicos de perfuração trabalham nas unidades chamadas de sondas, sendo essas plataformas construídas normalmente para um serviço especifico de prospecção. A equipe necessita de um grande número de pessoas por se tratar de um serviço que exige muito condicionamento físico e mental para ser executada. Por muitas vezes o trabalho é continuo e pode levar de horas quando mais simples ou muitos dias dependendo das circunstâncias da operação.

3 Técnico em Mecânica industrial

Técnico em Mecânica industrial

O profissional dessa área pode atuar nas diversas etapas de manufatura, nas fases de projetos, processos, fabricação e controle, executa manutenção de instalações e equipamentos de sistemas mecânicos além de operar máquinas, equipamentos e instrumentos de medição e de ensaios mecânicos.

Se tratando da área de manutenção offshore a equipe de mecânica é a que mais tem vagas de trabalho, pois se divide em vários ramos a bordo como caldeiraria, solda, preventiva, corretiva, etc. Diferente das profissões citadas anteriormente, o espaço na área industrial em terra também absorve muito técnicos especializados nessa função.

Com sua base de formação técnica permitindo atuação em diversos ramos industriais, o mercado de trabalho necessita constantemente desses profissionais.

4 Técnico em Eletrotécnica

Técnico em Eletrotécnica

O profissional dessa área é responsável pela instalação, manutenção e testes de redes elétricas e de iluminação em áreas industriais. Ele também faz instalações e reparos em fios, eletrodutos, tomadas, quadros elétricos, disjuntores, motores, bombas, lâmpadas e sistemas de automação, entre outras atividades.

Tendo em vista que toda a geração de energia das unidades é feita dentro das próprias embarcações, é essencial que exista uma equipe focada na manutenção continua desse sistema a bordo. Equipe essa responsável também pela parada e bloqueio de todas as máquinas a bordo quando da necessidade de manutenção, bem como a partida das mesmas após paradas indevidas ou manutenções.

Assim como o mecânico industrial, sua base de formação técnica permite atuação em diversos ramos industriais.

5 Técnico em instrumentação industrial

Técnico em instrumentação industrial

Responsável pela manutenção ou instalação de todos os instrumentos de medição referentes à temperatura, fluxo, pressão, nível e sobre a parte analítica dos processos como acidez, densidade, etc. Imaginando que hoje os processos são quase que totalmente monitorados em todas as suas variáveis e que uma embarcação mesmo pequena tem entre 4000 a 10000 instrumentos trabalhando, pode-se dizer que é uma profissão com uma gama de trabalho impressionante.

Devido ao avanço tecnológico alguns centros de formação alteraram o nome do curso para Técnico em automação industrial.

6 Técnico em automação industrial

Técnico em automação industrial

A automação faz com que os mecanismos verifiquem seu próprio funcionamento, por meio de medições e correções, sem a interferência direta do homem. O trabalho na área consiste em aumentar a eficiência e a precisão nas linhas de produção com dispositivos programáveis, como controladores, sensores, esteiras e células robóticas, otimizando a produtividade através da tecnologia e da modernização.

Com o avanço da tecnologia a profissão de técnico de automação ganha cada vez mais força e hoje é fundamental para a produção e segurança de todas as unidades offshore. Tratando-se do “cérebro” que processa todas as informações captadas por todos sensores a bordo e direcionando seu uso da melhor forma possível para o controle dos processos e da segurança.

7 Técnico em logística

Técnico em logística

O Técnico em Logística é o profissional com competências para planejar e gerenciar instalações e operações de cadeia de logística no âmbito das organizações. A sua formação técnica deve possuir características especialistas, com ênfase na formação prática, desenvolvendo capacidade de analisar e diagnosticar situações variadas, buscar redução de custos, melhorar a qualidade dos processos logísticos de armazenagem, transporte e distribuição de produtos junto às empresas que necessitam de operações logísticas em suas atividades diárias.

No meio offshore para que ocorra o embarque e desembarque de todos os tipos de materiais utilizados a bordo, se faz indispensável um profissional que faça a coordenação e fiscalização do trabalho. Lembrando que hoje mais do que nunca a legislação fiscaliza tudo que retirado da área offshore para a terra, assim a responsabilidade dessa função atinge a área operacional de terra.

8 Técnico em segurança do trabalho

Técnico em segurança do trabalho

O Técnico em Segurança do Trabalho além de necessitar conhecer normas técnicas, procedimentos de segurança e questões envolvendo saúde e higiene, são elementos fundamentais na composição da equipe de trabalho, pois funcionam como ligação entre trabalhadores, engenheiros, médicos e dirigentes de empresas.

A legislação brasileira obriga a permanência de técnicos de segurança a bordo e que seu efetivo seja proporcional a um número de ocupantes da unidade. Para cada 50 trabalhadores é necessário um profissional em segurança. Sendo função primária a fiscalização de todos os trabalhos que serão e estão ocorrendo na unidade. Também é obrigatório que o técnico seja de nacionalidade brasileira, não abrindo brechas para outras nacionalidades.

9 Técnico de Estabilidade

Técnico de Estabilidade

Não existe uma formação específica para esse técnico sendo exigida então uma formação técnica em qualquer área.

Basicamente sua função é executar e participar das operações dos sistemas de lastro e de amarração, de máquinas, bombas e demais instalações de controle, e das operações de carregamento, descarregamento e redistribuição de cargas na embarcação.

A grande vantagem dessa profissão é que seu local de trabalho sempre será a bordo de uma unidade marítima.

1 comentário
  1. fabio junior Diz

    muito bom esse pagina pra quem busca ingressar na área como. eu gostaria de mais assunto pra quem busca o primeiro emprego na área offshore sou de recife permanbuco

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.