fbpx

7 erros cometidos por quem trabalha no meio offshore.

78

Novatos e experientes podem cometer erros habituais ao longo da sua vida profissional e, principalmente na área industrial, esses erros podem custar mais do que se pode mensurar. Simples deslizes que em casa seriam “normais” podem se transformar em, no mínimo, uma grande dor de cabeça para sua vida profissional.

1 Não levar a sério as recomendações de segurança:

Não levar a sério as recomendações de segurança:

É normal que a pessoa entre em uma zona de conforto após algum tempo na área offshore, mas isso pode acarretar em um dos maiores motivos para acidentes do meio. Um exemplo é quando a pessoa começa a achar que as recomendações e avisos de segurança são exageros, uma vez que nunca aconteceu nada daquilo com ela. Vale lembrar que as pessoas que normalmente ignoram os principais pontos da segurança industrial não têm uma segunda chance para se redimir.

Dica do Mar de Nerds: As empresas observam cada vez mais os perfis de profissionais que não levam a sério as recomendações de segurança e elas entendem que são vícios irrecuperáveis. Em uma simples entrevista de emprego isso pode custar sua vaga. Já na área industrial isso pode custar sua vida!

2 Usar medicamentos ou ter patologias sem avisar ao responsável de saúde a bordo:

Usar medicamentos ou ter patologias sem avisar ao responsável de saúde a bordo:

Infelizmente nó vivemos na cultura do “jeitinho” e do “nunca vai acontecer comigo”. O trabalho de avisar que está utilizando um medicamento é menor do que explicar o motivo daquele medicamento estar presente na sua bagagem ou ser medicado de forma errada em uma situação extrema a bordo com um medicamento que pode piorar o seu estado.

Dica do Mar de Nerds: Sua situação de saúde, medicamentos que utiliza (por mais simples que considere) e condições adversas devem ser informadas assim que embarcar na unidade marítima.

3 Problemas pessoais a bordo

Problemas pessoais a bordo

Tanto os problemas de saúde quanto problemas pessoais, que possam influenciar sua jornada de trabalho, devem sim serem reportadas ao seu superior imediato. Outra grande causa de acidentes é a deficiência de atenção por conta de problemas pessoais. Você não trabalha sozinho na área offshore, todos estão literalmente no mesmo barco. Sua desatenção ou preocupação com outros problemas podem causar sérios acidentes com você ou com seus colegas de trabalho.

Dica do Mar de Nerds: Se não estiver confortável de falar com seu superior, pelo menos deixe sua equipe ciente do que está acontecendo, pois eles confiam suas vidas em suas mãos todos os dias.

 

4 Discussões e pontos de vista diferentes devem ser tratados a bordo

Discussões e pontos de vista diferentes devem ser tratados a bordo

A escala de trabalho normalmente é longa e a vida de confinado pode multiplicar todos os problemas de forma exponencial. Mesmo um lugar aparentemente gigante, fica pequeno quando temos algo mal resolvido. Uma vez sabendo disso, não é nada interessante carregar um aborrecimento nos ombros por todo o embarque. Além disso, diferentes pontos de vista sobre política, religião, esportes, cultura e profissões invariavelmente surgirão pois você estará em um ambiente com diferentes pessoas.

Dica do Mar de Nerds: Converse e procure resolver qualquer mal-entendido ou ponto de vista contrário ao seu o mais rápido possível, pois isso pode fazer seu embarque ser mais longo do que o normal.

5 Dietas sem o conhecimento do profissional de saúde

Dietas sem o conhecimento do profissional de saúde

Isso pode parecer besteira, mas existem muitas dietas malucas que as pessoas resolvem fazer a bordo, seja por influência de colegas de trabalho ou até mesmo por estar querendo impressionar os familiares ao retornar para casa. Algumas dessas dietas são potencialmente prejudiciais à saúde e podem debilitar tanto o corpo quanto a mente em pouco tempo.

Dica do Mar de Nerds:  Acredite se quiser, mas temos exemplos de pessoas que resolveram comer só uma vez por dia ou “se alimentar de sol”, e acabaram passando vergonha a bordo.

6 Dias especiais de cuidados redobrados

Dias especiais de cuidados redobrados

Não é lenda! As estatísticas mostram que uma grande parte dos acidentes na área industrial acontecem no começo e no fim da jornada de trabalho. Ao começar a jornada de trabalho, normalmente não estamos no ritmo correto por assim dizer (pensando nos familiares, no lar, na folga e etc.). O mesmo se dá no fim da jornada devido à ansiedade pelo término do turno e/ou a ida para casa, podendo acarretar em acontecimentos indevidos.

Dica do Mar de Nerds: Devemos aumentar nossa atenção para serviços que requerem muito da nossa concentração ou de alto potencial de risco especialmente no ínicio e término da escala.

7 Não aproveitar a folga

Não aproveitar a folga

Muitos não se dão conta do estresse da vida offshore e que não pode ser levado para casa e assim acabam sofrendo com a “síndrome do embarque em terra” não conseguindo se desvincular da sua rotina de bordo quando está em casa ou com a família. Isso pode ser tão ruim quanto qualquer outra doença. Mente e corpo precisam de descanso para funcionarem bem.

Dica do Mar de Nerds: Aproveite a vida fora do ambiente de trabalho para descansar, passear com a família e viver momentos incríveis que somente a folga pode te proporcionar.

Então, você se identificou com algum dos erros mencionados? Se sim, observe nossas dicas e procure aprimorar seu comportamento. Se não, parabéns! Aproveite para divulgar essas informações e tornar o ambiente offshore cada vez mais um local de bastante profissionalismo, acolhimento e sabedoria!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.