fbpx

FPSO gigante

Conhecendo um dos monstros offshore - FPSO Agbami

103

AGBAMI

É um FPSO gigante contruído pela South Korea’s Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering e seu projeto custou 1.2 bilhão de dólares para ser construído.

 

Possui dois blocos de exploração, o 216 e o 217.

O primeiro foi provado pela Texaco em 1998, ou seja, provaram sua capacidade de produção. Já o segundo foi confirmado dois anos depois pela Ekoil-1 da Statoil (hoje Equinor). Assim foi comprovada a extensão do bloco 216 em conjunto com o 217.

 

Localizado na Nigéria sob os blocos 216 e 217 a aproximadamente 350 km a sudeste de Lagos e 112 km longe da costa, na parte central do delta do Rio Niger.
Profundidade da lâmina de água: 4.800 ft (aproximadamente 2 km).
Capacidade de estocagem do FPSO: 2.2 bilhão de barrisAtualmente a Chevron é a operadora e possui 68.15% da concessão do campo. Ela opera em conjunto com a afiliada nigeriana Star Deep Water Petroleum. A outra parte pertence a Equinor (18.85%) e uma fatia de 13% pertence à Petrobras. Essa parte da Petrobras (petrobras Africa) estava em negociação com um consórcio da Vitol e Glencore, mas houve desistência da aquisição.

 

A perfuração dos poços começou em 2010 e são esperados que 40 poços serão necessários para explorar todos os blocos.
O poço Agbami-1: descoberto em Janeiro de 1999. Seu óleo possui de 35° a 45°API com baixo teor de enxofre.
O poço Agbami-2 : foi perfurado a 2km da lâmina de água e possui um profundidade de aproximadamente 5 km. Possui um óleo leve de grau API 45 com baixos níveis de contaminantes sendo considerado um petróleo doce.
Atingiu o pico de produção em Agosto de 2009, produzindo 250.000 bbl/day.

Artigo do Instragram do nosso amigo @pedrolbcavalcanti 

 

 

 

1 comentário
  1. Maxuel Diz

    Prezados,
    Gostaria de saber se tem alguma vaga dentro do meu perfil, Sou maxuel de Oliveira sou Pintor Escalador n1 tenho experiência embarcado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.