fbpx

Arte Offshore – Finados

(Poeta: Martonni Bomfim)

11

Finados
(Autor: Martonni Bomfim)

 

Não há nada
que finda
ao fim do dia
de Finados.
Só a vela
se for fina,
que se apaga
do pavio;
E o sino
que desafina
e se cala
à dor,
no frio.

No afã
do faz de conta
de afagar
a alma
que já foi
pra outra via…
Acabam
não dando
conta
de quantas
contas
hão nos dias.

O fim da linha
é outra linha.
Entre elas
há um transporte.
A fim de que
a vida,
ávida e forte
finalizaria?
No fim
das contas,
não existe morte…
somente vida,
vivida
em recorte.

Martonni Bomfim

Sobre a continuidade da eternidade…

Leia mais em
https://www.instagram.com/opoetalunar/
🌑🌒🌓🌔🌕🌖🌗🌘🌑

 

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.